Maria Cecília

Quando ficou grávida, a Maria Cecilia já corria há dois anos sob a supervisão do Flávio.

Juntos, decidiram qual seria a nova rotina de treinos: a mesma quantidade porém com diminuição da intensidade. A quilometragem rodada e a freqüência dos treinos permaneceram iguais, mas os tiros e treinos mais pesados ficaram para depois.

O médico não apenas incentivou, como também apoiou. "Não corri até o nono mês por opção minha, participei de provas até o sexto mês. Fiz o revezamento do Pão de Açucar em setembro, em dezembro eu fazia só caminhadas, e o Lucca nasceu no começo de janeiro", ela conta.

Quando se comparava com as grávidas que encontrava, Maria Cecília percebia como continuar correndo estava valendo a pena: tinha disposição de sobra o tempo todo. Além do fôlego para correr, ela sentia que estava animada para fazer todas as outras coisas que este período de pré-maternidade exige.

A recuperação do parto foi tão boa que a quarentena durou apenas 37 dias. E três meses depois lá estava ela correndo, participando de prova em Florianópolis. Hoje, a Maria Cecília não falta a um treino sequer. E o Lucca, de 1 ano e cinco meses, está sempre assistindo.


Maria Cecilia Belele Mello





[ voltar para depoimentos ]


Patrocinador







Parceiros

 






Newsletter

Receba nossa newsletter






Redes Sociais

Twitter Facebook Orkut

Site desenvolvido por Treino Online | Copyright 2009-2017 - Todos os direitos reservados à Flávio Freire Assessoria Esportiva