Lesões - causas e tratamentos

Dores nos pés

A dor nos pés e tornozelos é extremamente comum nos corredores de meia e longa distâncias e pode ser causada por doenças ortopédicas, calçados inadequados ou erros no treinamento. Na grande maioria das vezes a dor é resultante de uma combinação destes fatores. Por exemplo, um corredor com pé cavo, que é o pé com curvatura maior que o normal (fator doença ortopédica), poderá ter dor no calcanhar somente se deixar de utilizar um tênis com capacidade de amortecimento adequado (fator calçado). Durante o treinamento esportivo de corrida, os pés são solicitados continuamente, com os músculos e os tendões contraindo e relaxando milhares de vezes para impulsionar o corpo adiante, os ligamentos sendo tracionados para estabilizar as articulações e os ossos recebendo todo o impacto do peso do corpo caindo sobre o solo.


Tendinites

Tendões são estruturas presentes no corpo humano com a função de estabelecer ligação entre um agente gerador de movimento (músculo) e um agente efetor do movimento (dedos, pernas, mão etc.).O número de tendões é enorme e eles são solicitados na maior parte dos movimentos dos membros. Para cada movimento, existe um tendão envolvido. Sua aparência lembra um cordão, porém é um tecido vivo sujeito a doenças como qualquer órgão do corpo humano. Quanto maior, isto é, quando mais longo for o tendão, maior sua susceptibilidade a lesão, seja por doenças, seja por trauma (cortes ). O termo tendinite indica um processo inflamatório do tendão, independentemente da causa desta inflamação. Atletas de alta performance em algum momento de sua vida esportiva já experimentaram o desconforto e a dor causada por uma tendinite, seja no ombro, cotovelo, punho, joelho, tornozeloc... Mas por quê isto ocorre?

Como já foi dito, tendões são tecidos vivos que, quando submetidos à carga extenuante (por exemplo, treinamento intensivo, treinamento incorreto, movimentos repetitivos) ou trauma direto, evoluem com edema (inchaço) devido a um processo inflamatório ao seu redor. Este processo inflamatório ainda é objeto de vários estudos no mundo inteiro, mas ainda não se descobriu ao certo os motivos de sua formação. O fato é que a inflamação está presente e é a causa da dor, diminuição de força e conseqüentemente queda de performance do atleta. Postula-se uma herança genética positiva para que isto aconteça, ou seja, pessoas com parentes que possuam tendinite têm maior probabilidade de desenvolver a patologia. Claro que para cada segmento corpóreo a tendinite possuirá apresentações distintas. Uma tendinite de tendão de Aquiles é clinicamente diferente de um cotovelo do tenista (epicondilite, tendinite do digitador), sendo obrigatória a avaliação de um médico para a melhor orientação para cada caso. Em linhas gerais, o tratamento é realizado corrigindo-se postura, forma de treinamento, meios físicos de controle da dor e da inflamação, cinesioterapia e antiinflamatórios específicos. A tendinite já foi considerada por muitos como o mal do século, devido a sua prevalência e prejuízo que causa à população produtiva. No meio esportivo, é causa de queda de rendimento e afastamento de torneios importante. O essencial é saber que tendinite tem cura, basta força de vontade, pois o tratamento é demorado e depende de uma boa orientação médica.





[ voltar para dicas & saúde ]


Patrocinador







Parceiros

 






Newsletter

Receba nossa newsletter






Redes Sociais

Twitter Facebook Orkut

Site desenvolvido por Treino Online | Copyright 2009-2017 - Todos os direitos reservados à Flávio Freire Assessoria Esportiva